Pegando leve

Sonia Racy

07 Julho 2015 | 01h10

Ao deixar o Alvorada ontem, depois do almoço, Dilma nem de longe dava sinais de estar sob pressão. Mandou parar o carro, baixou o vidro, sorriu, deu tchau e mandou beijinhos para os turistas.

Leve 2

Aliás, no encontro que terá com Putin a partir de amanhã, na Rússia, a presidente também terá um bom espaço para contar… como o Brasil organizou a Copa do Mundo.

E ouvirá de Putin como os russos fizeram sua Olimpíada. A próxima Copa é lá, a Olimpíada aqui.