Pedalada

Sonia Racy

19 de dezembro de 2012 | 01h02

O Grupo DIS, que detém 40% do passe de Neymar, está contrariado. A Justiça negou à empresa acesso ao contrato de renovação do atacante com o Santos – alega que as cláusulas são de interesse do clube e do jogador.

Pelo andar da carruagem, essa briga vai looooonge.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.