Alckmin leva adiante a ‘Rodovia do Calçado’, orçada em R$ 4,5 bilhões

Sonia Racy

26 de agosto de 2016 | 00h45

Depois de oito anos de “abstemia”, o governo de São Paulo volta a licitar rodovias no Estado. Será colocada hoje, para consulta pública, a concessão do que Alckmin batizou de Rodovia do Calçado. “São 747 km começando em Franca e terminando em Iporanga”, contou ontem o governador à coluna, comemorando a concretização do projeto – que inclui mais três rodovias.

Valor desse investimento? R$ 4,5 bilhões.

Com a situação das empreiteiras nacionais, quem vai se interessar? “A concorrência é internacional, com foco diferenciado na capacidade financeira do investidor. A construção é consequência”, ressalta Alckmin.

O data room estará na internet e em 90 dias a licitação terá vencedor. Prazo de concessão? 30 anos.

O governador prevê queda de 20% no preço do pedágio e, para incentivar o uso de pedágio digital, dará mais 5% de desconto.

Tudo o que sabemos sobre:

geraldo alckmin

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: