Paulo Ferreira deve ser escolhido como substituto de Robson Andrade no CNI

Paulo Ferreira deve ser escolhido como substituto de Robson Andrade no CNI

Sonia Racy

28 de fevereiro de 2019 | 01h00

ROBSON BRAGA DE ANDRADE. FOTO: DIVULGAÇÃO CNI

ROBSON ANDRADE. FOTO: DIVULGAÇÃO CNI

Paulo Afonso Ferreira, de Goiás, deve ser escolhido hoje, em reunião do conselho da CNI, como substituto do presidente afastado Robson Andrade – missão, teoricamente, de 90 dias.

Ferreira terá apoio, se nada tiver acontecido de ontem para hoje, dos vices Antônio Carlos da Silva, Glauco José Côrte e Paulo Skaf.

Andrade, alvo da Operação Fantoche da PF – que investiga suposto esquema de contratos entre Ministério do Turismo e o Sistema S – não tentará obstrução jurídica.

Mesmo porque ele é muito próximo a Ferreira.

Entretanto, empresários que há anos defendem mudanças profundas na entidade acreditam que a hora da transformação chegou, aliada à reforma trabalhista. “A representação precisa deixar de ser vertical e se organizar de modo horizontal para ter voz crível”, defende um deles.

Leia mais notas da coluna:
Flávia Piovesan permanece no conselho do Colégio Santa Cruz
‘Há 40 anos temos um Estado em desequilíbrio’, diz governador do RS

Tendências: