Pau torto

Redação

20 de janeiro de 2010 | 08h49

O Ibama não atendeu ao pedido da Queiroz Galvão para rever o caso. Manteve multa de R$ 2.800 acusando-a de exportar madeira bruta para Angola sem documento de origem florestal.

Certamente fará falta no caixa da empreiteira…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.