Passe livre

Sonia Racy

08 de janeiro de 2014 | 01h10

A construção dos 64 quilômetros de corredores de ônibus já licitados – que estavam sob responsabilidade da SPObras – passaram para o comando da SPTrans, órgão da Secretaria de Transportes, de Jilmar Tatto. A disputa por essas vias foi umas das mais acirradas no começo do governo Haddad. À época, ficou acertado que a SPObras tocaria os já licitados e a SPTrans, os novos.

A versão oficial é que a medida foi tomada para acelerar as obras; a “não-oficial” é que se tratou de compensação por Arselino Tatto – irmão do secretário – não ter sido indicado pelo prefeito ao TCM.

Passe livre 2

Jilmar Tatto, aliás, será coordenador do programa de governo de Transportes de Alexandre Padilha. Seu adjunto, José Evaldo Gonçalo – responsável pelo plano de obras da secretaria –, tem feito contatos com empresários do setor e acompanhado Padilha em reuniões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.