Passando o chapéu

Sonia Racy

08 de outubro de 2015 | 00h20

Nabil Bonduki voou ontem a Brasília para tentar convencer parlamentares a destinar suas emendas para a Secretaria de Cultura de Haddad. Sua meta é conseguir R$ 30 milhões para o próximo ano.

Foco? A criação de casas de cultura em São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.