Parente em casa nova

Sonia Racy

20 de maio de 2016 | 00h27

Para Pedro Parente se tornar presidente da Petrobrás falta ainda a formalidade de seu nome ser aprovado pelo conselho de administração da estatal.
Pelo que se apurou ontem, o ex-integrante da equipe do apagão de FHC terá zero de problema com isso. Seu nome tem apoio unânime.
Parente 2
Será feito um esforço do governo e do próprio Parente para manter o diretor financeiro Ivan Monteiro no cargo.
O que se teme é que, por um princípio de lealdade e solidariedade, Monteiro prefira sair com Aldemir Bendine – que, afinal, foi quem o levou para a petroleira.