Parceria internacional cria aplicativo para evitar desastres ambientais

Parceria internacional cria aplicativo para evitar desastres ambientais

Sonia Racy

12 de janeiro de 2022 | 18h11

Vista aérea de Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte. Foto: Douglas Magno/AFP

Vista aérea de Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte. Foto: Douglas Magno/AFP

Está a caminho um aplicativo que pode ajudar muito as comunidades e autoridades a lidar com enchentes. O projeto Dados a Prova d’Água, que facilita a comunicação e o mapeamento de locais vulneráveis, é uma parceria das universidades de Glasgow e Heidelberg, mais o Centro de Monitoramento de Alertas (Cemaden)e a FGV, com apoio da Fapesp. Já foi testado em 20 cidades de cinco Estados brasileiros. As informações são da agência Fapesp.

“O princípio básico é que tecnologia, engajamento e circulação de dados melhoram a resiliência das comunidades a desastres socioambientais”, explica Maria Alexandra da Cunha, da EAESP-FGV, coordenadora da parte brasileira do projeto.

Agulha no braço

Um total de 11% dos brasileiros não estaria disposto a tomar doses de reforço da vacina contra a covid-19, segundo enquete da plataforma Tim Ads, que ouviu 172 mil clientes da operadora em dezembro. Dos consultados, só 9% disseram não ter tomado vacina nenhuma.

A taxa de pessoas totalmente vacinadas, no País, está em 68% da população (144 milhões), segundo as secretarias de Saúde.

Telinha e telona

Este ano promete para Barbara Paz. Além de estar de volta à TV após quatro anos de hiato – ela grava a nova novela das seis da Globo – a também cineasta tem projeto “embrionário” com ninguém menos que Fernanda Montenegro no elenco.
“Ainda não há nada certo, faltam parcerias. É um filme feito para ela”, diz a diretora

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.