Para o espaço

Sonia Racy

15 Outubro 2015 | 01h10

A 400 km da Terra, a Estação Espacial Internacional (ISS) recebeu… uma obra de arte. Sim, o astronauta dinamarquês Andreas Mogense teve seu rosto esculpido pelo artista português Vhils e enviado ao laboratório espacial.

Foi o que contou à coluna Edu Garcia, produtor do longa-metragem que registrou o acontecimento – O Sentido da Vida, dirigido pelo cineasta Miguel Gonçalves Mendes.

Espaço 2

Além de Mogense, o escritor Valter Hugo Mãe, o juiz espanhol Baltasar Garzón e os outros quatro personagens do filme de Mendes também serão retratados por Vhils.

Em tempo: o diretor ainda tenta uma entrevista com o papa Francisco para incluir no filme. Que tem produção da O2 e estreia prevista para 2017.