Palocci explica delação a Lula e propõe ao PT acordo de leniência

Palocci explica delação a Lula e propõe ao PT acordo de leniência

Sonia Racy

26 de setembro de 2017 | 19h08

A defesa de Antonio Palocci acaba de protocolar carta que enviou a direção do PT explicando por que decidiu colaborar com a Justiça  — e recomendando a Lula e a Rui Falcão que façam o mesmo. Segundo o texto, o ex-presidente do partido recebeu uma proposta de acordo de leniência para o partido, que teria sido transmitida por João Vaccari Neto.

Palocci afirma que defendeu essa visão já há um ano atrás para Lula. O ex-ministro revela ainda que reiterou o conteúdo de seu depoimento a Sergio Moro, em Curitiba, dizendo ter certeza de que Lula iria confirmar as informações. “Não posso deixar de destacar o choque de ver Lula sucumbir ao pior da politica no melhor dos momentos de seu governo”, disse ele na carta, onde diz também que a atual legislação partidária-eleitoral “reclama urgente modernização”.

E mais: “Um dia, Dilma e (José Sérgio) Gabrielli dirão a perplexidade que tomou conta de nós após a fatídica reunião no Palacio da Alvorada onde Lula encomendou as sondas e as propinas”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: