Palmatória

Sonia Racy

24 de novembro de 2010 | 23h06

Vinte estudantes da USP estão sendo convocados a depor na reitoria. Quatro por terem invadido a própria reitoria, 13 pela entrada na sala da Coordenadoria de Assistência Social e três por agressão a um aluno. Todos sofrem processo administrativo. Líderes estudantis classificam a ação de política para eliminar integrantes do movimento: “A USP vai culpar só quatro pela invasão feita por uma multidão?”.

Questionada, a USP nega haver motivação política no processo que pode levar a expulsão de alunos. E lembra: o prejuízo da invasão, de R$300 mil, não foi coberto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: