Palanque

Sonia Racy

26 de abril de 2015 | 01h09

Eduardo Cunha– que ano passado foi o centro das atenções da sala VIP do 1º de Maio da Força Sindical – voltará ao evento como convidado de honra. Com direito a discurso para 1 milhão de pessoas que a entidade espera juntar na Praça Campo de Bagatelle.

Miguel Rossetto, secretário-geral da Presidência, é esperado como representante do governo. E, até agora, Aécio ainda não disse nem sim, nem não ao convite de Paulinho da Força.

Palanque 2

Pela primeira vez, a Força transmitirá o seu 1º de Maio pela internet. A intenção é dar mais visibilidade aos discursos contra Dilma.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: