Pai herói 

Sonia Racy

18 Outubro 2015 | 01h10

Ao receber anteontem, no Estado, o Prêmio ANJ de Liberdade de Imprensa, Carmen Lúcia contou que seu pai, de 97 anos, pensa em desistir – “pelo bem do Brasil” – da ação que move contra a correção dos planos econômicos, atualmente parada no STF.
Sem ele no processo, a ministra não se daria mais por impedida e voltaria a dar quórum ao plenário – onde vários outros ministros se disseram impedidos – , o que permitiria que o julgamento fosse retomado.
Pai 2 
Para trancar a ação do pai, a premiada saiu direto do Estadão para Belo Horizonte.