Padrinho forte 2

Sonia Racy

02 de outubro de 2010 | 23h04

Uma coisa é certa: se Barreto assumir em definitivo a Justiça do governo Dilma, o atual diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, não fica no comando do órgão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: