OVNI

Sonia Racy

19 Julho 2015 | 01h03

Além do repúdio oficial da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves, nada menos que dez procuradores da AGU – lotados na Procuradoria Federal junto à Anac – pediram formalmente, semana passada, a exoneração de seus cargos. Oficialmente, a causa é a defasagem da remuneração.

Extraoficialmente, porém, a saída em massa tem relação com a nomeação do genro de Eunício Oliveira, líder do PMDB no Senado, para uma diretoria da agência da qual foi estagiário em 2011 – ano em que completou seu curso de Direito.

A exemplo da APPA, os procuradores também repudiam a indicação.

OVNI 2

O genro Ricardo Fenelon Júnior, de 26 anos, casou-se com a filha do senador há menos de um mês, em festa em Brasília, para mais de mil convidados, incluindo Dilma.

E sua única experiência em aviação seria o estágio que fez na agência.

OVNI 3

Já outro indicado para a Anac, Julio Norman – escolha de Marcelo Guaranys, atual dirigente da agência –, estaria esbarrando em pendências no Tribunal de Contas da União.

No caso, foi o Sindicato dos Servidores de Agências de Regulação que negou apoio ao pedido de Guaranys.