Ouvidos moucos

Redação

02 de outubro de 2009 | 11h15

Alguns senadores, depois de convencidos pela declaração pública fervorosa de José Antonio Toffoli na sua sabatina, seguiram para a casa do novo ministro do STF.

Um deles, no entanto, sentiu um frio na barriga ao ouvir a trilha sonora. Ela ia de É o Amor, de Zezé Di Camargo e Luciano, até Pra Não Dizer que Não Falei de Flores, de Geraldo Vandré, hit da esquerda nos anos 60.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.