Ouvidor responde a coronel deputado

Sonia Racy

14 de junho de 2016 | 00h17

O ouvidor das polícias paulista, Julio Cesar Fernandes Neves, disse que, por lei, não pode ser exonerado, conforme pedido feito a Alckmin na semana passada pelo deputado Coronel Camilo – como antecipou a coluna.

“É um pedido inócuo, sem base. Tenho estabilidade enquanto durar o mandato”, pontou Neves.

…………………
.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: