Denúncias e reclamações contra policiais aumentam 10% em SP, aponta Ouvidoria

Sonia Racy

31 de março de 2016 | 00h41

O número de denúncias envolvendo policiais no Estado cresceu 10% em 2015 em relação a 2014 – de 7.777 para 8.573, revela o relatório anual que a Ouvidoria da Polícia de SP divulgará esta semana.

No topo das reclamações (1.754), os pedidos de policiamento não atendidos.

As denúncias apontando tortura passaram de 2 para 14 e as de lesão corporal de 14 para 25. Mas as que se referem a homicídios que teriam sido cometidos por policiais – excluídas as chacinas – caíram de 649 para 563.

Segurança 2

O que esses dados indicam? Que a conduta policial não melhorou, avalia o ouvidor Julio Cesar Fernandes Neves. Mas agora “as pessoas têm menos temor de falar. No passado, o policial se achava inimputável. Hoje, tem de andar na linha, pois sabe que pode ser denunciado.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.