Outsiders

Sonia Racy

05 de fevereiro de 2016 | 02h04

A Lava Jato já fez um estrago muito maior, na imagem de Lula, do que o mensalão – e, em função disso, o líder petista “não representa mais um candidato viável para 2018”, segundo paper do Eurasia Group – que ontem circulava pelos mercados internacionais.

A consultoria, das mais respeitadas do mundo, mostra que em agosto de 2005, no início do mensalão, 49% consideravam o ex-presidente um político honesto. “Agora, esse número caiu para 25%”, observa.

Outsiders 2

O estudo destaca, ainda, que as dificuldades legais de Lula “representam um sério e imediato desafio para o governo Dilma”. E argumenta a seguir que “as chances de o PT se manter no governo (na próxima eleição) são extraordinariamente baixas”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.