Outro lado

Sonia Racy

09 de novembro de 2011 | 23h02

Fernanda justifica a reformulação: “Trata-se de adequação. É prática comum no mercado internacional separar os modernistas dos contemporâneos”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: