Outro lado

Sonia Racy

18 de fevereiro de 2011 | 23h16

A assessoria do Facebook no Brasil comentou o caso da desativação do perfil de Cauã Reymond:

Para organizações, empresas, celebridades e artistas como Cauã Raymond, que visam transmitir muita informação, a melhor maneira de se comunicar em público com seus fãs é criar uma página no Facebook, e não um perfil regular. Similar aos Perfis, as páginas podem ser melhoradas com aplicativos que ajudam a comunicação do usuário e o engajamento de seu público, por meio de posts, eventos e outras funcionalidades”.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.