Os lembrados

Sonia Racy

24 de maio de 2011 | 23h10

Alckmin surpreendeu ontem: liberou nada menos que R$ 22,3 milhões em crédito suplementar, segundo decretos publicados no DOE. Destes, R$ 3,3 milhões são para a USP, separando R$ 300 mil para obras e instalações. Seriam para sistema de segurança, depois do assassinato do estudante no campus?

A assessoria do governo explica tratar-se somente de uma readequação orçamentária.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.