Os colaboradores da Sanofi nas fábricas não pegaram covid-19; já aqueles em home office…

Sonia Racy

29 de novembro de 2020 | 00h50

 

A Sanofi Brasil não parou sua produção de remédios durante a pandemia. Segundo conta seu presidente local, Felix Scott, a direção da indústria tomou todas as precauções, mantendo seus funcionários responsáveis pela fabricação de remédios trabalhando nas duas fábricas.  

Outros ficaram em casa. A empresa emprega quatro mil pessoas. 

…mundo novo 

Fato espantoso: segundo Scott, houve contaminação pela covid-19 dos contratados que estavam e estão em… home office. “Os que saíram para as fábricas não pegaram o coronavírus”, atesta.  

Vai entender esse novo velho mundo nada normal. 

Passará? 

Grupo de professores de processo penal preparam PL para acabar com prisões temporárias. Segundo parlamentares, existe um incômodo pairando no Congresso com a decretação deste tipo de medida em ano eleitoral.  

Mesmo se o investigado não atrapalha as investigações. 

Game on 

O Museu do Ipiranga pode virar… videogame. Com intenção de ver sua memória “gamificada”, lançou desafio público. Os interessados devem criar dinâmicas de interação com o acervo.

Público privado? 

Encontro amanhã pode decidir o futuro do Ginásio do Ibirapuera. Funcionários do Condephaat se reunirão para decidir sobre o pedido de tombamento do local. 

A decisão impacta diretamente projeto da Prefeitura pretendendo concessão do espaço à iniciativa privada. 

Home, sweet 

Como acontece desde 1991, mais uma vez, a CasaCor carioca será organizada pela dupla de Patricias, a Mayer e a Quentel. Mas desta vez, a mostra será digital e presencial, como exigem os novos tempos. 

 

O 30º evento está agendado para acontecer entre 19 de janeiro e 21 de março de 2021. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: