Orelha quente

Direto da Fonte

26 de fevereiro de 2015 | 01h07

Já o café da manhã de Michel Temer com a bancada do PMDB, ontem, não foi tão tranquilo. Houve reclamação quase unânime dos presentes contra Kátia Abreu. O vice ouviu dos deputados que ela só abre as portas de sua sala para… os ruralistas.

Orelha 2

Hildo Rocha, do PMDB do Maranhão, era o mais exaltado no encontro. Chegou a dizer a Temer que estava “com vergonha de ser do partido”.

Motivo? Seu pedido de encontro com o secretário Eliseu Padilha, da Aviação Civil, foi também ignorado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.