Online

Sonia Racy

16 de fevereiro de 2016 | 00h49

Depois da Huweii e da Samsung, João Pedro Flecha de Lima assume, agora, a presidência da Ellalink – nova empresa formada pela espanhola Islanick( 80%) e pela Telebrás.

Ela vai operar um cabo submarino de 5,7 mil km, a ser construído entre Brasil e Europa. “Vamos restabelecer nossa ligação histórica com o Velho Continente, beneficiando a comunidade científica internacional, além de governos e empresas que buscam maior segurança de informação”, adianta Flecha de Lima.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.