Ondas

Sonia Racy

04 de março de 2016 | 01h08

A palavra “marola” voltou à cena política: Eduardo Cardozo a usou para definir o que acha que a oposição fará após a delação de ontem.
Isso traz à memória a “marolinha” de Lula, sobre a crise de 2008, que virou… um tsunami. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.