Onda boa

Sonia Racy

31 de maio de 2016 | 01h22

Luiz Schwarcz acha “uma feliz coincidência” o Prêmio Camões dado ontem a Raduan Nassar. “A escolha coincide com um recente reconhecimento internacional do trabalho dele”, avisa o editor da Cia. das Letras e dos livros do premiado.

Entre outras, revela, Nassar entrou firme no mercado da língua inglesa com edições da Penguin.

E, recentemente, passou a ter contrato com a americana New Directions, de Nova York.