Olhar brasileiro

Sonia Racy

14 de abril de 2019 | 00h45

DIEGO ZANOTTI/ARQUIVO PESSOAL

Um mergulho pelo noroeste de Minas, região do livro Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, foi o que inspirou o documentarista Diego Zanotti em seus últimos projetos. A convivência com as fiadeiras do lugar, por exemplo, deu origem à Conversa Fiada – um recorte na vida de 15 mulheres, feito com Dinalva Ribeiro. “A ideia era mostrar a vivência das fiadeiras no ofício, mas elas relataram abusos que sofreram e acabamos abrindo o campo para os diversos desabafos delas”, explica. Já no longa Gerais da Pedra, Diego e mais dois amigos percorreram a saga de Diadorim, personagem de Grande Sertão. “Fizemos os três sozinhos em um mês. Está em fase de finalização”, diz. As viagens e projetos de Diego estão documentadas em seu Instagram.

Tendências: