Oi e tchau

Sonia Racy

24 de setembro de 2014 | 01h05

TIM, Claro, Telefônica/Vivo e Algar apresentaram, ontem, à Anatel, propostas para o leilão da frequência 700 MHz. A Oi, única nacional, ficou de fora. “A conta não fecha. Banda suja não tem preço nem retorno”, diz fonte da Oi. As frequências estão ocupadas por televisões. Quem quiser entrar, terá de pagar para o outro… sair.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: