Ofensa a Mbappé pode custar R$ 7 milhões a youtuber

Ofensa a Mbappé pode custar R$ 7 milhões a youtuber

Sonia Racy

13 Setembro 2018 | 16h45


KILYAN MBAPPÉ. FOTO ESTADÃO

Dois promotores do MP paulista de Direitos Humanos, Eduardo Valério e Bruno Simonetti, acabam de entrar com ação pública contra um youtuber: querem que ele pague R$ 7 milhões por pratica de racismo contra o craque francês Mbappé.

Segundo os dois, durante a Copa do Mundo o youtuber  Julio Cocielo despertou polêmica ao divulgar em seu Twitter um post dizendo: “Mbappé conseguiria fazer uns arrastão na praia, hein?”

No pedido, os procuradores pedem ainda a quebra de sigilo bancário do réu, para garantir o pagamento da quantia — exatos R$ 7.498.302. O autor da provocação é acusado de “utilizar a rede social Twitter para violar direitos fundamentais”.