O sem pasta

Sonia Racy

14 de novembro de 2011 | 23h01

O comentário – no jantar de sexta-feira, oferecido por Renata e José Seripieri Junior a Roberto Kalil, após sua posse na cadeira de professor titular de Cardiologia na USP– era um só: a cerimônia, pela manhã, foi mais prestigiada que a de qualquer ministro de Estado. Bem como o evento da noite, montado pelo amigo.

Ao que um ilustre convidado rapidamente revidou: “Com uma diferença importante, não há a menor possibilidade de ele… cair.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: