O samba do vendedor

Redação

13 Fevereiro 2010 | 06h00

Carnaval, teu nome é comércio. A Apex, que reúne os exportadores brasileiros, vai juntar num camarote na Sapucaí nada menos que 150 empresários estrangeiros que, enquanto aqueciam os tamborins, divertiram-se fazendo negócios, visitando lojas e indústrias e fechando contratos em torno de US$ 20 milhões.

Exemplos? As redes de alimentação Al Motahed, do Egito, e El Fogoncio, do México, que vão comerciar várias marcas brasileiras em franquias do exterior.

Outro feito: Tim Branscome, do Las Vegas Market Show, maior feira de móveis do mundo, decidiu montar bancada brasileira no evento, em agosto.