O peso das urnas

Sonia Racy

05 de novembro de 2015 | 01h28

Com a proibição de doações de pessoas jurídicas, o TSE terá meses difíceis já em 2016. É que o resultado disso será uma avalanche de doações de pessoas físicas – que o tribunal terá de conferir para dar o OK às candidaturas.

Sobrou para Gilmar Mendes, indicado relator do tema, a tarefa de organizar os procedimentos. Nas suas contas, serão “cerca de 530 mil candidatos”, para prefeito ou vereador, em todo o País.

E o tribunal terá uma audiência sobre o assunto já dia 18.