O jogo em jogo e os bilhões ‘perdidos’

Sonia Racy

13 de novembro de 2016 | 01h00

O que poderia reunir Eduardo Suplicy, Paulo Betti, Ives Gandra Martins e o coronel José Vicente de Souza? Um vídeo que debate a regulamentação dos chamados jogos de azar – cujo texto tramita no Senado.

O documentário Por Que Não? tem ainda depoimentos dos cientistas políticos Murilo Aragão e Heni Ozi Cukier. E conta 30 anos de história do jogo no País, afirmando que entre 2004 e 2016 o governo deixou de arrecadar R$ 350 bilhões em impostos por causa de sua proibição.

A BR Jogos, que defende a causa, a agência Idealista e o diretor Guilherme Tensol mostram o filme dia 17, em São Paulo.