O Haiti é lá

Redação

16 de janeiro de 2010 | 06h25

O Rio Grande do Sul vive um exemplo prático do caos logístico que emperra as operações de ajuda ao Haiti. Um lote gigante de 600 toneladas de leite em pó está empilhado em um armazém, aguardando o OK e a hora de rumar para lá.

O drama da Defesa Civil é saber que vai demorar para a situação melhorar. E é preciso manter o estoque em condições – ou, em último caso, dar-lhe outro destino.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.