Partido repartido

Redação

18 Fevereiro 2010 | 08h55

Pelas contas do PT, os chamados “radicais livres” do partido entram com 20% dos delegados presentes, a partir de hoje, em Brasília,no Congresso do PT.

É o suficiente para fazer barulho. E para incomodar, principalmente, o PMDB – que não quer mais ver a aliança rediscutida.

Mas, no essencial, vai tudo bem. Cândido Vaccarezza garante que “100% dos delegados estão com a Dilma”.