O escolhido

Sonia Racy

07 de março de 2013 | 01h08

Jorge Gerdau passou boa parte do dia, ontem, debruçado sobre o documento de consenso com propostas de mudanças na MP dos Portos – sem alterar a ideia de maior competência, competitividade e concorrência. Tudo na busca de investimentos. Hoje, entrega a papelada, pessoalmente, a Gleisi Hoffmann.

Mas por que chamar o empresário do aço, coordenador da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade criada por Dilma, para a missão? “Fui eu que, 20 anos atrás, fiz a Lei dos Portos. Passei um ano no Congresso brigando por isso”, explica.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: