O direito de ter

Redação

19 de dezembro de 2008 | 06h00

Poucos está se falando sobre os fundos-clones de Bernard Madoff. A demanda era tão grande que grandes bancos internacionais chegaram a pedir que fossem criadas aplicações “à imagem e semelhança” do pai, nomeado “tutor”.

Teoricamente, como o dinheiro dos aplicadores era custodiado em bancos de verdade, não deveria ter “sumido”

Aviso aos navegantes. Desculpem, investidores: essa novela está apenas começando.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: