Ô, cupido…

Sonia Racy

12 de junho de 2012 | 01h12

Dia dos Namorados, são bastante otimistas as previsões da Fecomercio paulista. “As vendas devem crescer mais de 5%”, calcula Abram Szajman, dirigente da federação.

Mais gente namorando? “Nada disso”, se diverte o empresário. Consequência direta do crescimento da massa salarial.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.