O consumo de bebida alcoólica na pandemia foi maior entre jovens, aponta pesquisa

Sonia Racy

03 de abril de 2021 | 00h50

Mais de 100 vacinas estão em fase de desenvolvimento ao redor do mundo Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

Com 24,5% dos entrevistados respondendo sim sobre o aumento de bebida alcoólica na pandemia, a incidência maior se deu na faixa etária de 16 a 24 anos, segundo levantamento do instituto Paraná Pesquisa.

Por outro lado, o menor patamar da bebedeira teria se dado entre os que têm mais de 60 anos: apenas 16,4% admitiu ter tomado mais doses do que de hábito neste isolamento promovido pela covid-19.

No geral, de 2.020 pessoas entrevistadas entre o dia 1º e dia 4 de março, 77% dos pesquisados negaram copos a mais de álcool no seu dia-a -dia.

É dose 2

As regiões do Brasil com maior aumento no consumo de álcool foram o Norte e Centro-Oeste, registrando 23,2% do total. Vem em seguida, o Sul, com 21,9% e em terceiro lugar, o Sudeste com 19,7%. Por último está o …Nordeste.

Lupa

A Faculdade Zumbi do Palmares vai monitorar a implantação de cotas para negros no Judiciário. Em parceria com o Direitos Humanos do CNJ. Dará pitaco em concursos de juízes, estagiários e profissionais de cartórios.

É pique

A plataforma #CulturaEmCasa comemora um ano com show de Oswaldo Montenegro , dia 9, e de Angela Ro Ro, no dia seguinte. Desde a estreia, a ferramenta disponibilizou oito conteúdos por dia e registrou em média, mais de 625 acessos por hora.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.