O ‘chá de cadeia’ antes de Mônica falar

Sonia Racy

23 de março de 2016 | 00h11

Consta que Mônica Moura teve seu primeiro encontro com delegado em Curitiba para começar a alinhavar sua delação premiada.

A mulher de João Santana teve que esperar tomando um “chá de cadeia” da PF.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.