O cárcere dos Rolling Stones

Redação

05 de janeiro de 2009 | 07h11

John Lennon bate à porta de um quarto de hotel em Nova York. Atende-o o rolling stone Ron Wood. Ele entra, volta-se para Yoko Ono e diz algo como “Vai pro teu lugar, pô!” Ela vai a um quartinho e se põe a tecer, enquanto Lennon pergunta a Keith Richards: “Qual é a droga do dia?”

O episódio, que está divertindo os europeus, é um dos muitos que o baixista conta em Memorias de um Rolling Stone, lançado na Espanha. Ron diz que a vida do conjunto tem sido “um cárcere de ouro” e que, “não fosse a família, teria ficado louco”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.