O ‘bônus’ do bônus

Redação

04 Fevereiro 2010 | 08h48

Curiosa, esta coluna resolveu saber o que pensa o mercado financeiro da proposta do BC de impor regras para bônus de bancos. Encontrou uma divisão.

Os mais céticos acusam o BC de populista. Afinal, o pessoal daqui não fez a mesma confusão dos bancos americanos. Seria, então, injusta a proposta de Henrique ‘Obama’ Meirelles.

Os mais maleáveis ponderam que o BC estaria seguindo orientação do G-20, alinhando os interesses de longo prazo dos acionistas e executivos. O que isso quer dizer? Que não faz sentido pagar altos bônus no mesmo ano do bom resultado. E sim parcelar, atrelando-os a resultados futuros.

Para outros, a medida é inócua: só atingirá 4 ou 5 bancos de investimentos. Principalmente os estrangeiros.

A coluna encontrou uma só unanimidade: caiu como uma luva, para o político Henrique Meirelles, propor algo deste tipo a 60 dias da escolha do vice de Dilma.