Novo presidente do Iphan será nomeado nesta quinta

Sonia Racy

15 de janeiro de 2020 | 15h16

Como adiantado pela coluna em 13 dezembro, o arquiteto Flávio de Paula Moura deve ser nomeado nesta quinta, 16, para a presidência do Iphan depois de uma reunião nesta quarta no Ministério do Turismo. A escolha de Flávio para o cargo, que tem o apoio do secretário de Cultura Roberto Alvim, foi precedida por uma disputa entre o secretário e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Depois da saída de Kátia Bógea, que ficou no cargo entre 2016 e dezembro de 2019, a presidência foi ocupada por Luciana Féres, nome indicado pelo ministro do Turismo.  Luciana, que teve sua nomeação anulada por Roberto Alvim,  ficou menos de 24 horas no cargo.

O nome preferido de Alvim para o posto era o de Olav Shrader – mas o governo teria optado por Flavio até termine que o processo de naturalização de Shrader, que é holandês.

A escolha de Moura, filho de uma respeitada restauradora mineira, é vista no geral com bons olhos pelo meio cultural. No entanto, o  deputado federal e ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, pretende questionar na Justiça a escolha do nome de Moura para o cargo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: