Novo front

Sonia Racy

25 de abril de 2013 | 01h06

Marin agora mira o comando da Conmebol – após a renúncia, anteontem, de Nicolás Leoz. A coluna apurou que ele já iniciou movimentação junto a aliados na região, porque estaria convencido de que o desgaste à frente da CBF não tem mais conserto.

Para concorrer em 2015, terá de convencer os… argentinos, que veem com reservas um brasileiro no posto mais alto do futebol sul-americano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: