Nova Turma

Sonia Racy

20 Outubro 2015 | 01h30

Quatro ministros novos, de um total de cinco, em apenas dois meses. Esse é o perfil que se desenha para a Quinta Turma do STJ, encarregada de julgar os empresários na Lava Jato.

A dança das cadeiras começou a 1.º de outubro, com a posse de Marcelo Navarro, que já chegou como novo relator do processo. Depois assumiu Reynaldo Fonseca. Jorge Mussi, que havia se afastado para ser corregedor, está retornando.

E Dilma já sinalizou: até o fim de novembro escolhe o sucessor de Gurgel de Faria, que gosta mesmo é de direito público e pediu para se transferir para a Primeira Turma.