Nova casa de leilões SPITI faz sua estreia com acervo de Regina Pinho de Almeida

Nova casa de leilões SPITI faz sua estreia com acervo de Regina Pinho de Almeida

Sonia Racy

09 de outubro de 2021 | 06h44

Foto: Denise Andrade

Fundada por Renato Magalhães Gouvêa Junior e Fabio Cimino, a casa de leilões SPITI faz sua estreia. Como? Com o acervo pessoal da colecionadora Regina Pinho de Almeida. O resultado das vendas, já no primeiro leilão – programado para dia 19, na Taller Zaragoza – será destinado a criação de um fundo às instituições culturais montadas por ela: Instituto de Cultura Contemporânea e Casa de Cultura do Parque. O seu conhecido acervo passeia entre expoentes da arte brasileira e do circuito mundial.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.