Encontro de amigos com Doria vira ato de solidariedade

Sonia Racy

25 Outubro 2018 | 00h45

JOÃO DORIA

JOÃO DORIA. FOTO:WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Para quarta-feira à noite, Raul Doria, da produtora Cine, havia previsto encontro informal em torno do seu irmão João: uma reunião de artistas, família e amigos, sem presença da imprensa. Virou ato de solidariedade, ante o ataque que ele sofreu. “Bolsonaro levou uma facada física, João levou também uma facada, mas moral”, discursou o irmão mais novo do candidato.

Em discurso, Raul voltou a defender a saída de João da vida pública.

Quais as chances de Doria acatar a sugestão do irmão?

Leia mais notas da coluna:
Próximo presidente deveria manter equipe de Temer, diz Delfim
Toffoli recebe general para tratar de ação