Nós ficamos

Sonia Racy

05 de março de 2016 | 01h30

Sobre renúncia, Aloizio Mercadante foi taxativo, ontem, em encontro fechado na CNI em SP. “Isso ela nunca vai fazer, ganhamos e vamos governar”, garantiu. Em seguida, tentou desqualificar a delação de Delcídio Amaral.

Na plateia, 70 empresários que mostravam pouquíssima vontade de dialogar com o ministro da Educação.

Ao ser indagado sobre Lula ter sido levado para depor na PF, Mercadante atribuiu a operação a uma campanha “da mídia e da oposição”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.